Venha compartilhar um pouco do trabalho que realizo como historiador e professor da cidade de Cotia. Mergulhe no passado das pessoas que construiram este lugar, recorde fatos marcantes que deram identidade cultural a esta cidade.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

BAGAGEM


Todo mundo carrega uma bagagem de vida. Às vezes leve e às vezes pesada. Uma bagagem de histórias que muitas vezes escondemos. Muitas vezes mostramos... Cada um tem sua bagagem, do seu jeitinho. Com sua marca. Não importa a bagagem de vida que você tem, ela é sua! A importância de quem entra nela é você que decide! Decide com os recursos que você tem. Recursos que você conquistou durante vidas. É uma pena que muitas vezes desconhecemos estes recursos que adquirimos com sacrifício. Por quê? Talvez nem desconhecemos, apenas escondemos com medo. É preciso lidar com nossos fantasmas.

Não é fácil lidar com nossos fantasmas. Abrir nossa bagagem e nos mostrarmos “nus e crus”.  O que vão pensar se fizermos isto? Preferimos viver na resignação. Não queremos opinião. Com razão, muitas vezes nem toda opinião é bem vinda. Nem todo mundo que opina está preparado para palpitar. Falam sem profundidade de assuntos que nos são caros. Sem nenhuma piedade. Desconsideram a nossa construção interior. O melhor é se esconder e viver isolado. Besteira. É preciso abrir nossa bagagem nem que seja aos poucos. Revelando cada pedaço da nossa vida. Gente alcoviteira existe em qualquer lugar, e como...


Realmente não importa a opinião de quem não lhe conhece. Abrir nossa bagagem de vida não é muito fácil. Imagine que na sua bagagem tem coisas dos seus ancestrais que você desconhece e que poderiam ajudá-lo em situações conflituosas. Quantos instrumentos não temos em nossa bagagem e desconhecemos? Muitos! Ali guardados. Ali mofados. Ali esquecidos.  Ali vivos. Bagagem dos seus ancestrais. Bagagem construída no tempo. Bagagens ainda fresquinhas. Todas elas podem se transformar em riqueza de vida. Uma riqueza de como podemos tocar a vida. Tocar a vida com esperança. Tocar a vida com dignidade. Tocar a vida...